Virar as costas

1507-1

“O que o tio não compreende é que, ao caminhar às arrecuas, com as costas viradas para o mundo e para Deus, ele não está a exprimir pesar. Está a levantar uma objeção. Porque, quando tudo o que acalentávamos na vida nos foi tirado, que mais nos resta senão objetar?”

Yann Martel in  “As Altas Montanhas de Portugal” (2016)

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Livros

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s