Right then

Budapeste, Janeiro de 2009

“I remember one morning getting up at dawn, there was such a sense of possibility. You know, that feeling? And I remember thinking to myself: so, this is the beginning of happiness. This is where it starts. And of course there will always be more. It never occurred to me it wasn’t the beginning. It was happiness. It was the moment. Right then.” (in The Hours)

Anúncios

2 comentários

Filed under Uncategorized

2 responses to “Right then

  1. Tenho a certeza que vais gostar! Ainda por cima, provavelmente, vais apanhar bom tempo. Eu tive direito a céu cinzento e a neve . :) Vais gostar, tanto quanto eu vou gostar de ir a Helsínquia no próximo ano. ahah.

  2. Pedro

    Daqui a um mês vou estar em Budapeste. Espero gostar tanto como tu pareces ter gostado, independentemente dos motivos.*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s