Fratricidio

Sarajevo - Novembro de 2008

Sarajevo - Novembro de 2008

“A guerra da Bósnia-Herzegovina não suscita em mim apenas o horror pela guerra, ela causa-me horror também pela destruição de um tecido poliétnico e polireligioso, muito pacífico, onde existia mais do que tolerância, mais do que coabitação, porque havia permutas, comunicações, convivialidade, casamentos. Essa Bósnia-Herzegovina era a prefiguração concreta da Europa que nós desejamos. Dela apenas restam algumas cidades cercadas, bombardeadas, asfixiadas, entre as quais Sarajevo.” Foi com estas palavras que Egar Morin introduziu, a 11 de Setembro de 1993, o seu “Discurso de Sarajevo”, na Universidade daquela cidade.

Conheci Sarajevo debaixo de um Inverno rigoroso. Foi em Novembro do ano passado, depois de mais de 10 horas dentro de um autocarro desde a Eslovénia até à Bósnia, que fiquei a conhecer uma cidade com um passado dramático bem recente. A cidade pareceu-me triste e as temperaturas negativas também não ajudaram muito. Mas isso não tornou a viagem menos interessante. O contraste com outras capitais europeias é enorme e a mistura étnica, mesmo depois da guerra, continua presente. Em muitas zonas da cidade, os vestígios de guerra não foram apagados. As pessoas não querem deixar cair no esquecimento as atrocidades cometidas no seu país. Muitos prédios crivados de balas não foram arranjados por vontade dos moradores.

A viagem fez-me perceber que o meu conhecimento sobre aquela zona da Europa é quase nulo. Tinha só quatro anos quando, em 1992, o conflito na Jugoslávia se alastrou para a Bósnia. Sarajevo cercada. Massacres. Êxodos de populções. Agora tenho 20 e não sou da opinião que os erros do passado devem ser varridos para debaixo do tapete. Devem ser lembrados pela comunidade internacional para que atrocidades como as “limpezas étnicas” na ex-Jugoslávia não voltem a acontecer.

Na Feira do Livro de Lisboa no ano passado encontrei um livro de Edgar Morin, intitulado “Os Fratricidas. Jugoslávia – Bósnia 1991-1995”. É uma compilação de textos e discursos que o sociólogo elaborou durante o conflito e que dão uma visão esclarecedora dos motivos da guerra. Morin descreve a Bósnia anterior a 1992 como um perfeito exemplo para aquilo em que a Europa se deveria tornar: uma mistura de culturas e etnias que convivem pacificamente com as suas diferenças. Apesar de ser apologista de uma união, Egar Morin reconhece que “a Jugoslávia não dispôs do tempo histórico necessário para se completar como nação poliétnica”. Mas, para o pensador, a Bósnia era o exemplo de que a essa união era possível.

Apesar de tudo, a Bósnia e Herzegovina sobreviveu à guerra. Bósnios, croatas e sérvios, muçulmanos, católicos e ortodoxos continuam a partilhar o mesmo espaço e a tentar conviver com um passado “fratricida”.

Anúncios

2 comentários

Filed under Uncategorized

2 responses to “Fratricidio

  1. Preseren

    Cidade única sem dúvida, sobretudo pelo calor das suas gentes, a vontade de falar quando vêem que somos estrangeiros e a sua amabilidade e cordialidade.
    Também fiquei com essa sensação de cidade “estranha”… parece que algo não encaixa. É certo que o frio não ajuda mesmo nada e tinha passado a noite anterior a vomitar mas… Serão os cemitérios? O tunel da vida e as barbaridades que ele representa? Nao sei, mas nem o incrivel bairro turco, Bascarcia me faz apagar essa ideia.
    De qualquer forma, uma cidade, um país a nao perder.
    E quem vai a Sarajevo nao pode perder Mostar. O bairro turco e a ponte são “breathtaking”!!! Lindíssimo.

  2. Andreia

    Gostei de Sarajevo por ser diferente: não é uma cidade bonita, é triste e tem ainda os prédios destruídos. Mas aprendemos melhor o mundo à nossa volta se virmos coisas assim, para além do bonito e do obviamente turístico. Já agora, tens de me emprestar esse livro :)

    Bjs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s